Translate

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

HALLOWEEN, ARGH!!!

MANIFESTAÇÃO CULTURAL OU SATANISMO DISFARÇADO?

"SIMBOLISMO DO HALLOWEEN Tudo neste dia tem uma simbologia, porém, as escolas seculares desconhecem, e por isso promovem esta festa. Espero que os pais tenham a oportunidade de mostrar esta matéria ao professor ou à diretora da escola de seu filho, pois tenho certeza que muitos, após conhecerem o verdadeiro significado do Halloween, deixarão de festejá-lo. Cada peça, brincadeira ou enfeite possui um simbolismo dentro da crença Wicca, vejamos algumas:
ABÓBORA COM ROSTO – Originou-se da lenda de um homem chamado Jack. Ele morreu, mas foi lhe negado a entrada tanto no céu, como no inferno. Então, condenado a viver perambulando pela terra como uma alma penada, ele colocou uma brasa brilhante num grande nabo oco, para iluminar o seu caminho à noite. Este talismã virou a abóbora que simboliza Jack.
NABOS - Os nabos também eram um tipo de lanterna com a qual os Celtas acreditavam mandar os espíritos embora. Este símbolo continua com o uso das abóboras iluminadas.
VELAS - Neste dia, são usadas muitas velas marrons e alaranjadas.
USO DO PENTAGRAMA - O pentagrama tem sido usado como amuleto, mas ele é um símbolo básico da feitiçaria. É o ponto central do trabalho de encantamento e, geralmente, é colocado sobre ou na frente do altar.
PESCAR MAÇÃS EM UM TONEL - Esta antiga prática surgiu da adivinhação do futuro. O participante que obtivesse sucesso, poderia contar com a ajuda dos espíritos para a realização amorosa com a pessoa amada.
PEDIR DOCES - Esse costume surgiu da tradição Irlandesa, quando um homem conduzia uma procissão para angariar contribuições dos agricultores, afim de que suas colheitas não fossem amaldiçoadas por demônios. Um paralelo que podemos fazer é que as crianças representam os demônios, porque elas saem pedindo doces e dizendo: "Doces ou travessuras?". Assim, quando elas não conseguem os doces, fazem as travessuras aos que negaram. Assim, o agricultor pedia alguma coisa para dar de oferta aos demônios.
GATO PRETO - Os gatos eram objetos de adoração e estavam presentes nesta festividade. Acreditava-se que, após um período de silêncio, com a busca da meditação, o próprio diabo aparecia na forma de um gato preto."
MATÉRIA COMPLETA NO BRILHANTE SITE DE APOLOGÉTICA MINISTÉRIO CACP

BATISMO NA IBERO

DIA 05 DE DEZEMBRO SERÁ UM DIA ESPECIAL PARA UM GRUPO DE IRMÃOS QUE CUMPRIRÁ A ORDENANÇA DO BATISMO, DECLARANDO PUBLICAMENTE O SENHORIO DE CRISTO!
video

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

ATENÇÃO LÍDERES, OBREIROS & MÚSICOS

Será neste próximo Sábado (31/10/09) mais uma edição do "RESTAURANDO MINISTÉRIOS". Trata-se de um evento voltado para restauração e edificação de quem exerce funções ministeriais e prestam serviço no Corpo de Cristo (Entrada Franca). Pra qum mora em SAMPA o acesso é mais fácil - basta seguir a rota à partir do Shopping Aricanduva, como mostra o mapa abaixo:



Exibir mapa ampliado

DE ACORDO COM MEU CONTERRÂNEO

Eventos evangélicos que dão apoplexia *

(Ricardo Gondim)

Menino prodígio pregando, fantasiado de pastor. (Tenho vontade de esganar os pais, os líderes que deixam esse tipo de excrescência e a multidão imbecilizada que ainda consegue dar glória a Deus).

Marcha para Jesus em São Paulo. (Sei que esse “carnaval-gospel-fora-de-hora” acontece em outras cidades, mas nenhum consegue ser tão ruim).

Pastor entrevistando demônio. (Além de considerar desprezível o que um demônio tenha para dizer, acho esse tipo de coisa uma violência contra a dignidade humana).

Evangelista empetecado prometendo prosperidade. (Tais mercadejadores da esperança povoarão a esfera mais baixa do mundo subterrâneo de Dante).

Profecia em programa de rádio. (O pastor chuta afirmando que algum motorista está triste e que Deus mandou aquele recado; pateticamente acerta todas).

Conferência missionária que atrela a miséria da Africa à idolatria. (As veias do meu pescoço incham quando ouço alguém dizer que os Estados Unidos ficaram ricos porque são “uma nação cristã”).

Testemunho de cura divina em cruzada evangelística (Que tristeza ouvir velhinha contar que foi curada de caroço, dor nas pernas e da coluna! Os que têm o dom de cura devem dar plantão na Ala dos Indigentes do Hospital do Câncer ou em ClInica de Hemodiálise).

Sermão entrecortado com língua estranha (Será que as platéias não percebem o exibicionismo?).

Político se convertendo em ano eleitoral (Que mico; nojo se mistura com vergonha!).

Fonte: http://www.ricardogondim.com.br/

(*Apoplexia: é uma afecção cerebral que surge inesperadamente, acompanhada de privação do uso dos sentidos e ou de suspensão do movimento) - Fonte: Wikipedia

O CÍRCULO DA TOLERÂNCIA

Um famoso senhor com poder de decisão, gritou com um diretor da sua empresa, porque estava com ódio naquele momento. O diretor, chegando em casa, gritou com sua esposa, acusando-a de que estava gastando demais, porque havia um bom e farto almoço à mesa.
Sua esposa gritou com a empregada que quebrou um prato. A empregada chutou o cachorrinho no qual tropeçara. O cachorrinho saiu correndo, e mordeu uma senhora que ia passando pela rua, porque estava atrapalhando sua saída pelo portão.
Essa senhora foi à farmácia para tomar vacina e fazer um curativo, e gritou com o farmacêutico, porque a vacina doeu ao ser-lhe aplicada. O farmacêutico, chegando à casa, gritou com sua mãe, porque o jantar não estava do seu agrado.
Sua mãe, tolerante, um manancial de amor e perdão, afagou-lhe seus cabelos e beijou-o na testa, dizendo-lhe: “Filho querido, prometo-lhe que amanhã farei os seus doces favoritos. Você trabalha muito, está cansado e precisa de uma boa noite de sono. Vou trocar os lençóis da sua cama por outros bem limpinhos e cheirosos para que você descanse em paz. Amanhã você vai sentir-se melhor.” E abençoou-o, retirando-se e deixando-o sozinho com os seus pensamentos.
Naquele momento, rompeu-se o círculo do ódio, porque esbarrou-se com a tolerância a doçura, o perdão e o amor.

Autor Desconhecido

FONTE: Vidanet

ALGO TE INCOMODA?

Pense melhor... Pense Missões!

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

MINISTÉRIO DE ESPORTES

Ontem (28/11/09) foi dado “o ponta pé inicial” do Ministério de Esportes na Ibero! Que alegria – é a retomada de um sonho que começa a se tornar realidade! A Evangelista Simone (onipresente como sempre) estava lá como cúmplice desta “santa conspiração” que tem o intuito de invadir as quadras do entorno da igreja para falar de Jesus usando várias modalidades esportivas, a começar com o futebol (campo e quadra). Estávamos em 11, no total, mas creio que é só início!
“Não me importo se estamos em poucos! Muita gente às vezes atrapalha!”, observou com o jeito calmo nosso “técnico” (!) Candinho – recém chegado à Ibero, meio que “sem-querer-querendo”, mas já mostrando para o quê veio! Legal! Salve, Candinho!
Estavam lá também: Daniel e Wagner (músicos), Ademir (o presbítero que merece o Nobel da tranqüilidade) e nosso querido e indefectível pastor Lucas (ainda não definiu em que posição vai jogar – é só um detalhe). Pensa numa galerinha com fome de gols... Pensou? Então, eles estavam representados pelo Júnior, Gustavo, Dênis e Quelai!
Agora é só acompanhar as agendas, pois a bola vai rolar... Que marquem muitos gols! Que ganhem muitas medalhas e troféus, enquanto fazem o mais importante: Testemunhar de Jesus!

Parabéns!

CHAMADO MINISTERIAL - I

"Moisés! Moisés! Ele respondeu: Eis-me aqui!" - Êxodo 3.4

Com a chegada da era das facilidades não há quase ninguém que queira sacrificar-se em nome do chamado para o santo ministério. Homens e mulheres acumulam títulos e diplomas que tem um caráter cada vez menos comprometido com a visão de Reino – a visão de Jesus. Hoje em dia não precisa fazer muito esforço para esbarrar num apóstolo! Bispo, então, virou carne de segunda! Daqui a pouco vamos ter de engolir os Anjos, Arcanjos, Querubins e Serafins de carne osso, sentados nos tronos de seus púlpitos particulares – desculpem-me, mas não resisti a ironia.
Fico abismado quando ouço que alguém condiciona seu ministério ao seu way of life (como se nós tivéssemos o poder de dizer para Deus que Ele está autorizado a fazer só o que a gente quer ou manda, dentro de nossas condições). Mais abismado ainda, fico quando sei de alguém que abandona o ministério em nome das circunstâncias temporais. Afinal, quem foi chamado para o ofício ministerial deve ter a firme convicção de que será capacitado a romper com a barreira do comum, do previsível e corriqueiro. Quem foi chamado, deve crer que foi convocado para viver a um nível acima – o que é impensável até para a imensa maioria dos crentes.
Vez por outra escuto frases assim “Não sei como é que o senhor consegue ser pastor!”; “Deus me livre! Jamais quero ser pastor!”; “Puxa o senhor deve ser super!”; “Como o senhor consegue?!”; “Deve ser horrível ser pastor!”; etc. Esta mentalidade oscila entre a simples ignorância (típica de quem não conhece a dinâmica espiritual que envolve o chamado), e o pensamento secular egoísta e hedonista que afeta, inclusive, um sem número de cristãos na atualidade.
É preciso citar aqui, inclusive, os muitos seminários que estão cheios de pessoas sem nenhuma convicção de chamado. Estes, são atraídos pelo marketing enganoso das igrejas midiáticas e ingenuamente idealizam um ministério rodeado de cenários; repletos de clichês performáticos e cobertos de maquiagem que escondem não só as rugas e olheiras dos apresentadores, mas a realidade nua e crua que se verifica no dia a dia de um ministro realmente sério e honesto.

Tenho dito que existem pessoas que estão confundindo a voz de Deus com barulho de trem! Muita gente me procura e diz “Pastor, senti um chamado de Deus!”. Para estes, faço uma analogia com a passagem em que Moisés é chamado para livrar o povo do Egito e digo: “Viu a sarça ardendo? Então, tira a sandália porque vai começar um processo longo e doloroso em direção à Canaã!”. Alguns reagem de maneira estranha na hora, indagam, questionam algumas coisas e aos poucos vão se adequando ao processo. Outros iniciam algumas ações aqui e acolá, mas desistem nas primeiras lutas – concluem que não era bem isto que queriam e vão continuar buscando (?). Outros, porém, nunca mais me procuram – pode ser que tomaram o primeiro vôo em direção à Canaã! - pr Aécio

terça-feira, 27 de outubro de 2009

"TÁ TODO MUNDO LOUCO, OBA!"

É o que já dizia a antiga música do cantor Silvio Brito. Todo mundo louco "vírgula", o que sempre existiu e sempre vai existir é gente enganada pelas astúcias e maquinações humanas, orquestradas por Satanás. O site CACP tem uma matéria que dá um breve histórico de vários movimentos seitários que fizeram a cabeça, ou melhor, fizeram milhares de pessoas perderem a cabeça (e a alma) em nome de suas mais esdrúxulas crenças e práticas... E bota esdrúxulas nisso! Lá você vai encontrar até o serial killer que matou a famosa atriz Sharon Tate; o maluco assassino e suicida "reverendo"Jim Jones; o tal de Marshall Applewhite da seita mística Heaven's Gate (o que para ele estava pra Heaven*, para mim está para Hell*); etc... Dá uma passadinha lá e leia toda a matéria. É uma leitura rápida que pode ajudar a alguém que esteja "LOUCO", perdido numa crença qualquer! Basta clicar no link abaixo:
(*)

Heaven = Paraíso, Céu
Hell = Inferno

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

A SIMPLICIDADE DO EVANGELHO

As bizarrices patrocinadas por muitos pregadores em nossos dias fazem com que as pessoas se distanciem cada vez mais das verdades contidas na mensagem de Jesus, o Evangelho. É triste ver desafortunados pecadores correndo atrás de bençãos e prosperidade, ou atraídos por pregações absolutamente vazias de conteúdo bíblico. Quando vejo as oferta de sal grosso, água, óleo ou rosa "ungidos", chego a ter vontade de vomitar de tanta ojeriza que estes supostos ministros provocam com suas insanidade e volúpia mercantilistas. Eles não pensam nas almas das pessoas, mas sim no que trazem em seus bolsos!
Paulo, escrevendo a Timóteo, deixa registrado para todas as gerações de cristãos uma verdade que jamais deveria ser esquecida:"...que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores..." - (I Timóteo 1.15). Se o pregador não envidar todo o esforço para levar o pecador a esta compreensão estará sendo no mínimo leviano, no máximo um instrumento do diabo para mantê-lo distante de Deus e da Graça que Ele oferece.

O Evangelho é simples. Em II Coríntios 11.3 Paulo escreve aos crentes: "Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza devidas a Cristo."

Em nenhuma hipótese veríamos Paulo ou qualquer dos apóstolos pregando as mensagens horrorosas que ouvimos em alguns programas evangélicos, dos quais a maioria (diga-se de passagem) de péssimo gosto. Muitos televangelistas, por exemplo, tentam com suas fórmulas mirabolantes convencer os perdidos de que Jesus veio para lhes dar carros importados; mansões; status e outras regalias efêmeras. Tudo mentira! A vinda de Jesus a esta Terra foi com um único propósito, o de "...buscar e salvar o perdido..." (Lucas 19.10) - é o que basta! Diante disto, prosperidade, vida regalada e quaisquer outras promessas não passam de meros detalhes insignificantes! - pr Aécio

Reflita também na mensagem em vídeo do John Piper abaixo e, caso não tenha decidido entregar sua vida a Jesus ainda, faça-o agora. Se precisar de ajuda, clique no ícone do envelope branco ao lado e te ajudaremos a compreender o Plano da Salvação:


“O RIO DE JANEIRO CONTINUA…”

Se o conceito de beleza for meramente estético, geograficamente falando, tudo bem, mas se a gente for comentar sobre os últimos acontecimentos do Rio de Janeiro, a cidade já não é tão maravilhosa assim. Com isso não quero que os cariocas fiquem ofendidos, pois minha indignação se volta contra o sistema governamental falido que não teve (e talvez não tenha) competência para impedir que um verdadeiro exército do mal se formasse bem debaixo de seu nariz. As “forças armadas do tráfico” não se formaram do dia para a noite, nem o descontrole urbano com todas as mazelas conhecidas e vividas pelos moradores dos morros e favelas.
O tempo foi passando e de repente um “monstro social” se formou sem que haja ninguém que possa domá-lo, quanto mais exterminá-lo. A analogia que me ocorre é a do velho oeste americano. É bala com bala e quem pode mais chora menos... É a lei do cão!
Embora viva em São Paulo (sou cearense com muito orgulho), vejo tanto o Rio como os demais estados, como se fossem minha terra, logo, não dá pra não ficar indignado com o que a gente vê, lê e ouve através das mídias. Correria, pessoas desesperadas e sangue... muito sangue!

Pode parecer exagero, mas quem disse que não temos nossos Iraque, Afeganisão ou Faixa de Gaza? Não quero posar de especialistas em segurança pública, mas minha humilde opinião é que, embora saibamos que a violência no Rio de Janeiro difira essencialmente das guerras e conflitos anteriormente citados, não é menos sanguinária, ou menos assustadora e, certamente, não se resolverá com as ações imediatistas de retaliação. Sinceramente, temo que os preparativos para as Olímpiadas em 2016 gere uma espécie de catarse sobre a tão solapada população e, principalmente, sobre os governantes e demais autoridades. Caso isto aconteça, correremos o risco de ganhar medalha de ouro numa sombria modalidade: Assassinato de inocentes civis e policiais em serviço.
Deus salve o Rio de Janeiro! - pr Aécio

domingo, 25 de outubro de 2009

AGENDA DA IBERO - 26/10 A 01/11/09

Todas as programações da Ibero têm o objetivo de edificar, transformar (pela Palavra), promover a comunhão (amizades) e levar cada participante a uma vida cristã autêntica, pró-ativa e frutífera. Participe!!!
video

sábado, 24 de outubro de 2009

ATOS PATÉTICOS

Esta vem do site do CACP e vale a pena ler a matéria na íntegra.
Como a esquizofrenia teológica parece ter tomado conta até de denominações outrora mais atentas aos modismos, vale expor as contradições e, ao mesmo tempo, o perigo que os modismos oferecem à Igreja do Senhor.
Tenho lido matérias, ouvido e presenciado situações que me levam a concluir que estamos num momento crítico da igreja brasileira. Por isto, os cristãos amamntes da Bíblia devem redobrar a atenção para que não sejam contagiados pelo que chamei de esquizofrenia teológica, e que só tem contribuído para mais e mais divisões e discórdias entre o povo de Deus. - pr Aécio

"Atos Proféticos

Mais um modismo! Esses atos proféticos estão baseados na crença de que o cristão faz ou diz, tem repercussão no mundo espiritual. Alguns chegam a blasfemar ensinado que assim como Deus, pela sua palavra falada, trouxe todas a coisas a existência, da mesma maneira, nós como sua imagem, podemos trazer coisas a existência pelo poder da palavra falada. Esse ensino é uma blasfêmia idolátrica, que procura assemelhar o homem a Deus. Esses atos proféticos normalmente tem como objetivo, “conquistar” cidades ou nações para o Reino de Deus. A palavra de Deus nos ensina a ganhar almas para o Reino de Deus através da pregação do evangelho de Jesus Cristo, e não através de “declarações de posse” ou de “orações reivindicatórias.” Líderes de diversas comunidades ligadas ao G12 e ao apostolado contemporâneo, estão planejando uma série de “atos proféticos” para a redenção do Brasil até 2007, o ano anunciado por Valnice Milhomens para o retorno de Cristo. O primeiro desses atos foi feito na Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte e o ultimo está marcado para ser em Porto Alegre. Sinomar Ferreira falando sobre esses atos proféticos declarou: “Os atos proféticos são extremamente importantes, por que aquilo que é feito aqui na terra tem repercussão no céu” Isso mostra o caráter herético de tais atos, pois insinua que podemos manipular o mundo espiritual. Crença parecida com as dos Bruxos da Nova Era que acreditam poder manipular as forças da natureza através de palavras mágicas e encantamentos. [Vide o livro "A Sedução do Cristianismo" de Dave Hunt]Que Pastores, lideres e membros de Igrejas, estejam vigilantes, para que ventos de doutrinas não invadam suas comunidades eclesiais, causando divisão e confusão em seu meio. Fica aqui um alerta: Antes de convidar alguém para pregar em suas igrejas, acampamentos, retiros etc. Procure se informar bem, sobre a linha doutrinária seguida por essa pessoa, para evitar futuros problemas."

por Francisco Belvedere Neto



sexta-feira, 23 de outubro de 2009

NOSSO PRESIDENTE É O MÁXIMO…

...Quando se trata de esculachar!

Em mais uma de suas declarações bobásticas*, Lula afirma que “Se Jesus Cristo viesse para cá, e Judas tivesse a votação num partido qualquer, Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão” (isso nem merece o título de heresia, tamanha a ignorância do excelentíssimo).
Não é de se admirar, pois me parece que tanto o PT, quanto os demais partidos atuais se dispõem a fazer coalizão até com o capeta, quando a questão é poder. – pr Aécio

*É bobástica mesmo (de boba)

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

AS MULHERES ESTÃO MENOS FELIZES


GARIMPEI ISTO NO BLOG DO Julio Severo

"Mulheres estão menos felizes do que nos anos 70
Martha Mendonça


Um estudo feito nos Estados Unidos, o General Social Survey, detectou que as mulheres estão mais tristes do que estavam há três décadas — e mais insatisfeitas com suas vidas do que os homens. Nos anos 70, quando começou a emancipação feminina, com entrada no mercado de trabalho, pílula anticoncepcional, liberdade sexual, elas se sentiram exultantes. Mas quanto mais conquistaram, mais responderam à pesquisa — que é feita desde 1972 — dizendo que estavam infelizes.
O assunto é o mais lido e comentado do site do New York Times, desde que a matéria Blue is the new Black foi publicada, na última sexta-feira. Leitores e leitoras não se cansam de enviar emails — alguns revoltados com a constatação. Outros reafirmando a ideia de que alguma coisa não vai bem no universo feminino. Os homens, ao contrário, de menos felizes há 30 anos, hoje se declaram mais satisfeitos com suas vidas do que as mulheres.
Quem analisou a pesquisa acredita que o resultado se deve a vários fatores: à complexidade biológica e hormonal das mulheres, somou-se as duplas e triplas jornadas a que elas se submetem e suas exigências de eficiência em todas as áreas. As mulheres têm mais demandas e cobram mais de si próprias. Se na década de 70 elas se cobravam em relação a beleza, filhos, jardins e jantares, agora elas se cobram em relação a beleza, filhos, jardins, jantares, trabalho, carreira, estudos, sexo, equilíbrio no casamento."



LEIA TODA A MATÉRIA LÁ NO BLOGO DO JÚLIO.

OCUPADOS DEMAIS PARA SE OCUPAR COM DEUS

Fica cada vez mais claro o que Jesus queria dizer aos discípulos quanto ao esfriamento da fé nos últimos dias. A pergunta que não quer calar ecoa em nossa geração: “...quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?” (Lc 18.8). No Brasil, por exemplo, tirando o já cansado fervor das igrejas pentecostais tradicionais e o barulho retumbante (não passa disso) das ondas Neopentecostais (o plural se faz necessário em razão das muitas ramificações ou divisões, como queira), o que resta são igrejas desmotivadas, vazias, anacrônicas, apáticas, etc.
Nota-se que os crentes estão cada vez mais desinteressados pelos sermões, indiferentes quanto ao louvor e, o pior de tudo, avessos à vida devocional. Somamos a esta realidade espiritual a dinâmica frenética que envolve a imensa maioria das pessoas em nossos dias, onde as listas de prioridades excluem tudo o que não é tangível ou que não oferece prazer imediato. O resultado da fatídica equação se verifica nos cultos vazios, nas orações sonolentas, no louvor tétrico, na indiferença entre os irmãos e na prática ministerial reduzida ao profissionalismo medíocre e inócuo.
Como se não bastasse o cenário descrito acima, o que mais me choca é a constatação precisa de que muita gente de confissão cristã evangélica está tão atolada em seus compromissos seculares e cotidianos que já não consigo vislumbrar uma forma de convencê-los a dar meia volta e começar a iniciar uma agenda espiritual pró-ativa, participativa e mais fervorosa, espiritualmente falando. Como pastor, confesso que estou demasiadamente assustado com a indiferença dos crentes em relação aos cultos e demais atividades necessárias para a manutenção da vida espiritual. Mesmo sabendo que isso pode soar como mais uma reclamação ou exortação pastoral, apenas, chamo a atenção para o triste fato de que esta geração deveria estar mais preocupada em mostrar para as próximas gerações um Evangelho que vai além de nossos afazeres e ocupações do dia a dia; que não se limita às tarefas repetitivas de nossos mundinhos e que não fica relegado à disputa de tempo com o lazer e demais compromissos de somenos importância.

sábado, 17 de outubro de 2009

OLHA O HORÁRIO DE VERÃO AÍ GENTE!


Horário de verão começa à 0h de domingo.
Relógios devem ser adiantados.

O horário de verão começará à 0h do próximo domingo (18), quando os relógios deverão ser adiantados uma hora no Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. A medida valerá até a meia-noite do dia 20 de fevereiro de 2010.
A mudança afetará os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.


INVEJA

Inveja é atestado de incapacidade – é assim que defino este sentimento que arrasta um bocado de gente para o submundo da falta de moral e de ética. Por trás da inveja sempre há alguém frustrado, de mal com a vida e insatisfeito com seus próprios padrões.
A inveja protagoniza roteiros de filmes e novelas, está nos romances, na boca dos fofoqueiros profissionais da mídia, nas conversas das carolas de plantão e de quem não tem o que fazer. Enfim, a inveja é uma praga quase onipresente.
Alguns mitos sobre a inveja podem ser verificados no cotidiano. Por exemplo, o pessoal da Igreja Universal sacramentou um jargão meio estúpido que virou o adesivo “Inveja: Tá Amarrado” (hilário!). Com isso há quem pense que a inveja é uma espécie de demônio ou algo parecido. Ah! A inveja tem os codinomes “Olho Gordo” ou “Olho Grande”, os quais engrossam a superstição defendendo uma tese de fundo de quintal de que a maneira como alguém olha pode “liberar energias negativas” (risos). Há quem use até amuletos para se “proteger” da coisa... Bobagem!
Outro mito corrente é o de que a “inveja mata” (há um filme com este nome). Quanto a este, precisamos tecer um comentário um pouco mais profundo. Segundo o Houaiss, inveja é:
“1. Sentimento em que se misturam o ódio e o desgosto, e que é provocado pela felicidade, prosperidade de outrem;
2. desejo irrefreável de possuir ou gozar, em caráter exclusivo, o que é possuído ou gozado por outrem.”

Sendo assim, podemos entender que se alguém se deixar possuir por este sentimento nefasto, de maneira extrema, poderá chegar às vias de fato mesmo. Por outro lado, a inveja “mata” relacionamentos e distancia amigos. Penso que uma pessoa invejosa por si só pode trazer sérios malefícios para seu bem estar físico e mental, logo poderá morrer de inveja mesmo (isto não é um dado científico).
Para terminar, apenas confirmo o pensamento do início definindo um pessoa invejosa com uma frase mais elaborada: O invejoso é um indivíduo frustrado e incapaz de realizar seus próprios sonhos e atingir seus próprios ideais. - pr Aécio

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

AVIVAMENTO JÁ!

"AVIVAMENTO SEM MEDO

De vez em quando a igreja se vê fria e reconhece a necessidade de um avivamento. Então, começa a orar por uma visitação especial do Espírito. Nessa hora, nada mais propício do que tentar definir corretamente o que é avivamento. É possível encontrar uma boa definição para o termo no livro “A Verdade do Evangelho”, de John Stott. Segundo o autor, “reavivamento é uma visitação inteiramente sobrenatural do Espírito soberano de Deus, pela qual uma comunidade inteira toma consciência de sua santa presença e é surpreendida por ela. Os inconversos se convencem do pecado, arrependem-se e clamam a Deus por misericórdia, geralmente em números enormes e sem qualquer intervenção humana. Os desviados são restaurados. Os indecisos são revigorados. E todo o povo, inundado de um profundo senso de majestade divina, manifesta em suas vidas o multifacetado fruto do Espírito, dedicando-se às boas obras”.

Sob o ponto de vista histórico, avivamento é aquele curto período de tempo em que o Espírito atua maciçamente no meio de um grupo de crentes de um determinado lugar, levando-o a buscar a Deus de forma intensa, deixando de lado a rotina, a frieza, a inércia e os escândalos, tudo para engrandecimento de seu reino. O avivamento em si pode durar pouco tempo, mas os efeitos que ele produz podem ser duradouros.

Avivamento é uma coisa; conversão é outra. A conversão marca a passagem da incredulidade à fé, da apatia ao compromisso, da confissão à convicção, da culpa ao perdão, da imundície moral à purificação, do vazio existencial à companhia de Jesus. O avivamento é a renovação e o alargamento da conversão. É a passagem da fé menor para a fé maior, do cálice pela metade para o cálice cheio, da entrega parcial para a entrega total, da mesmice para a novidade de vida, das obras da carne para os frutos do Espírito, da posse do Espírito para a plenitude do Espírito.

Embora o avivamento seja uma visitação soberana de Deus, sempre há os antecedentes, cujas nascentes já são manifestações do Espírito. Um deles, afirma Martyn Lloyd-Jones, é a pregação poderosa da Palavra.

Alguns de nós temos medo de avivamento. Não necessariamente porque o Espírito insistentemente nos constrange a negarmo-nos a nós mesmos, mas devido aos excessos e às deturpações que sempre o acompanham. Embora a cautela seja necessária, a presença e o perigo do joio nos campos onde o trigo do avivamento é semeado não devem, de forma alguma, nos fechar para ele."

E. César

Fonte: Ultimato

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

ENQUANTO ISSO... OLHA O QUE ESTAMOS PERDENDO!

Enquanto as heresias se espalham...
Enquanto nos matamos uns aos outros...
Enquanto dormimos...
Enquanto omitimos...
Enquanto nos rebelamos...
Enquanto fingimos...
Enquanto pecamos...
Enquanto nos distraímos
Enquanto nos divertimos...
Enquanto nos acusamos mutuamente...
Enquanto desertamos...
Enquanto brigamos lutando por nossas razões...
Enquanto esquecemos abrimos mão do chamado...
Enquanto negamos ajuda...
Enquanto ambicionamos o bem estar pessoal...

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

VEREDAS ANTIGAS

"Assim diz o SENHOR: Ponde-vos à margem no caminho e vede, perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho; andai por ele e achareis descanso para a vossa alma; mas eles dizem: Não andaremos." - Jeremias 6:16

Deus nos chama às veredas antigas. Uma volta às praticas deixadas de lado e que cada vez mais estão sendo desprezadas em nome de novas modalidades no jeito de pregar, louvar e até orar.

Em nome das supostas "contextualizações" assassinaram a reverência e o temor a Deus! Os cultos não são cultos: são brincadeiras! Se o povo não der boas gargalhadas nos cultos, parece que não foi bom o encontro. Se o pastor não pregar uma mensagenzinha "mamão com açucar", há quem vá no próximo domingo procurar uma "igreja melhor"! Mas, minha Bíblia diz que tem que haver choro e quebrantamento na iminência do pecado e da mundanidade. Tem que haver arrependimento e coração rasgado na presença de Deus! Culto que é culto tem arrependimento também, deve ter!

Tem gente entrando cheio de adultério e outras abominações em nossas igrejas se acomodando folgadamente nas mensagens de araque pregadas por homens e mulheres que não têm nem temor de Deus, quanto menos chamado ou vocação ministerial!

É preciso voltar e rever o ponto de partida. O primeiro amor tem que ser restaurado na Igreja, mas o temor também precisa voltar a freqüentar nossos cultos e casas. Estamos em rota de colisão com a vontade de Deus e, caso a igreja brasileira não se arrependa de todos os maus caminhos que está trilhando em nome de uma fé frouxa e conivente com a mentalidade pós-moderna e liberal, irá repetir o que a Europa experimenta em matéria de fé: Falência.

O pecador não tem que exigir cultos bem elaborados; poltronas confortáveis e som de primeira... Pecador tem que chorar suas misérias e lamentar sua podridão espiritual! Pecador é miserável por natureza e não tem que ser atraído com caviar, não! Eles têm que sentir o cheiro do defunto (sua natureza morta) que carregam dentro de si! O pecador não tem de ser atraído pelo som bonito de uma banda que gasta dez horas ensaiando; nem tem autoridade moral ou espiritual para escolher que tipo de pregação quer ouvir. O que deve atrair o pecador é a voz misericordiosa de um Deus que escolheu salvá-lo, quando este merecia a eternidade no mais profundo inferno! Isto independe se a igreja é nos Jardins (Zona nobre de São Paulo) ou nas favelas e invasões da Zona Leste (Zona de grande concentração de pobreza).

Pecador não tem que impor se a igreja tem estacionamento amplo ou se tem ar condicionado. Pecador precisa saber que o maior desconforto é ser escravo do pecado, filho do diabo sem direito a liberdade - o diabo não pega leve não e todo pecador tarado, viciado, drogado e outros "ados" sabe do que estou falando!

Por outro lado, falta mais pulso nos ministros em não ceder aos apelos e manhas próprias de uma geração acostumada aos prazeres da carne - os pregadores estão com medo de perder a freguesia, isso sim. Tem que por a mão na ferida e expremer até que saia toda a infecção! Pregação boa não é aquela em que o sujeito entra fedendo pecado na igreja e sai dizendo "Fui abençoado"! O Pregador tem que denunciar o pecado e trazer à luz o que está escondido para que o pecador saia dizendo "Estou envergonhado e arrependido"! Se isso não acontecer o pecado e o diabo vão continuar invadindo as igrejas e as casas!

Creio que Deus está chamando para as veredas antigas. Para o caminho do arrependimento; da fé pura e simples; da intercessão ardente; da confissão de pecados; da comunhão sem interesses; da prática dos dons; do abandono da idolatria e do compromisso fiel à Ele mesmo!

Os crentes precisam voltar ao temor - digo respeito - nos cultos prestados ao Senhor da criação. Durante os cultos vários cristãos mascam chicletes; passam SMS; brincam com os joguinhos do celular e ainda fazem piadas das pregações e do louvor. Depois de tudo isso ainda acham que a igreja estava uma benção só porque estava cheia... Cheia de gente vazia, isso sim!

Que Deus nos mostre o caminho de volta às veredas antigas! - pr Aécio

ELES DARÃO CONTAS A DEUS

"O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porque tu, sacerdote, rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos." - Oséias 4:6
A idolatria aos pastores pop é nada mais nada menos que subproduto da equação: mídia + ignorância - conhecimento bíblico x ganância = apostasia.
O pessoal do Genizah cheio de sarcasmos e ironias pode explicar isto melhor que muitas teses teológicas engessadas, as quais parecem bater com luva de pelica nessa raça ruim de obreiros - parece que os teólogos modernos têm medo de Valdemiro, Macedo e os demais da trupe do Ali-babá! Esses caras precisam mesmo é de algo mais contundente... Eles estão deformando a fé bíblica e transtornando o cristianismo!
Da uma olhada na aberração!


MALDIÇÃO HEREDITÁRIA - NÃO CAIA NESSA BURRICE!*

Acompanho a decadência das pregações de perto desde quando a Universal começou a decolar. Como uma praga descontrolada as heresias começaram a se propagar numa velocidade e violência incríveis. Incrível mesmo foi constatar que nem as ditas denominações históricas escaparam das peripécias teologais concebidas pelo coração enganoso do homem e por Satanás.
No rabo do cometa das porcarias teológicas veio a confusa e contraditória doutrina da "Maldição Hereditária". Na sala pastoral cheguei a atender um moço que disse ter passado maus bocados nas mãos de um pseudo ministro disposto a desfazer as "amarras" e "nós" impostos por seus ancestrais. O único detalhe é que este moço saiu da audiência com o tal ministro pior do que entrou, e o problema não estava nos ancestrais, mas no sujeito metido a besta!

Uma pessoa que respeito muito por seus artigos é o Airton Evangelista da Costa. Ele comenta em seu site o seguinte sobre o assunto:

"Difícil é conciliar a "Teologia da Maldição Hereditária" com a Palavra. Os que defendem a existência de crentes amaldiçoados por maldições provindas de antepassados, admitem que é possível estarmos de posse de uma herança maldita, por nós desconhecida, e difícil de ser detectada no tempo e no espaço. O remédio seria QUEBRAR, ANULAR, AMARRAR, REPREENDER essa maldição. Feito isso, o crente ou não crente estaria leve, liberto e livre de todo peso. Nem ele nem os seus descendentes sofreriam mais os danos desse mal. A maldição hereditária – segundo os que a defendem – surge em decorrência de um trabalho de feitiçaria ou de qualquer outra ação maligna lançada contra outra pessoa (a vítima). Uma pessoa em sofrimento pode ter sido consagrada, antes ou depois do seu nascimento, às entidades demoníacas. Uma palavra má pode ter sido lançada sobre a vida de uma família, que nunca prosperará e será vítima de enfermidades e angústias.
As pessoas sem temor a Deus, sem vida em Cristo, sem vida no altar, estão sujeitas a problemas muito maiores do que esses, pois estão condenadas à morte eterna."

Todo o artigo no site: http://www.palavradaverdade.com/
Outro artigo muito bom sobre o assunto: http://www.cacp.org.br/
*Sei que o termo "BURRICE" não é lá muito polido. Mas cá entre nós: Com este tipo de coisa não dá nem pra gastar educação, né?!

terça-feira, 13 de outubro de 2009

PERDÃO

Desde os primeiro momentos na igreja vi que quase tudo o que se prega não é devidamente "encarnado" pelos cristãos. Prega-se santidade, mas poucos vivem; prega-se amor, mas sem compromisso; prega-se que devemos testemunhar, poucos evangelizam; prega-se sobre unidade, e somos cada vez mais divididos; prega-se misericórdia, mas há intolerância; prega-se perdão, mas parece não fazermos questão de entender isto.

Achei muito interessante um pequano comentário sobre perdão e quero compartilhar com vocês:

"Quando pedimos perdão – quer a Deus, quer a outra pessoa – sempre o fazemos com atitude humilde, em contrição. Este é um dos motivos pelos quais pedir perdão é tão difícil: nós sabemos que a arrogância e a autoconfiança são incompatíveis com a necessidade de sermos perdoados. Não é possível exigir o perdão; só é possível pedi-lo e esperar pela misericórdia da outra pessoa – ou Pessoa. Quando encontramo-nos nesta situação, já está claro que há afastamento entre as partes, que ali a comunicação e o relacionamento foram rompidos. Um relacionamento foi rompido e o perdão pode restaurá-lo." - Estudo ministrado em pequenos grupos (IBAB)

"O PERIGO... É A IGREJA"


QUANDO A IGREJA NÃO CONSEGUE ESTABELECER O LIMITE SEGURO ENTRE POLÍTICA E RELIGIÃO ASSUME O RISCO DE REPETIR A HISTÓRIA

O título da postagem é um fragmento do que você pode ler no blog do Julio Severo na íntegra. É um clamor profético que vem através do irmão João A. de Souza Filho ; é um sinal de alerta de que as coisas na igreja brasileira não andam nada bem... Nada mesmo! leia mais um pequeno trecho antes de migrar pra lá:


"O perigo não está no que Dilma foi no passado nem no que é no presente; o perigo não é ela, mulher inteligente e capaz; o perigo é a igreja. Especialmente a Assembléia de Deus – que perde sua voz profética que no passado foi tão poderosa. O anelo pelo poder tornou a igreja de Roma o que é: Uma força política e econômica opressora. Parece que este é o destino dos grandes monopólios denominacionais.
Graças aos irmãozinhos da Assembléia de Deus minha mãe conheceu a Jesus quando eu tinha oito anos de idade. Passei a frequentar a escola dominical. Fui batizado e chamado para o ministério na mesma denominação. Mas, que tempos aqueles! Em quarenta e cinco anos aquela geração que começou humilde e fiel se desviou e se deixou seduzir pelo poder temporal. O que não faz o poder terreal! Pergunte a Balaão como é que ele se corrompeu!
Mas, não apenas a denominação de que sou membro, mas a maioria das grandes denominações e de igrejas locais de certo porte entraram pelo caminho do poder terreal.
É preciso responder onde Deus está nisso tudo. Quer que eu seja sincero? Deus está longe desses conchavos políticos. Deus está triste? Bem, era assim que se sentia em relação a Israel, sua nação. Ele a chamava de mulher pérfida, traidora, e a deixou seguir seu próprio rumo, mas sempre com um apelo emocional: Volta ó pérfida. Volta para mim! “E não farei cair a minha ira sobre ti, porque eu sou compassivo, diz o Senhor, e não manterei para sempre a minha ira” (Jr 3.23)."

SEMANA MISSIONÁRIA


A semana missionária foi inaugurada em grande estilo. Tivemos no domingo o Lauberti (OBPC - Iguatemi) nos desafiando a focar as crianças como um campo missionário.
Ainda ministrarão na semana a Evangelista Simone e a Ana Paula (esposa do Lauberti).
Este ano o pessoal da Equipe de Missões (ACOTE) elencou vários temas que estão elevando a temperatura da paixão missionária na Ibero. Há fortes indícios de avivamento como resposta de oração e muito trabalho deste pessoal nota 1.000!

Aproveito o espaço para convidar os amigos do blog, o pessoal da região da Zona Leste (SAMPA) e os amantes de Missões para estarem conosco nos cultos missinários desta semana (14, 15 e 17/09 - vide agenda). - pr Aécio

QUEM É CHEIO DO ESPÍRITO SANTO?

A confusão sobre este assunto é generalizada. Para os pentecostais ser cheio do Espírito é falar em línguas, profetizar, pular, urrar, etc. Mas o que é realmente ser cheio do Espírito?
Convivi num ambiente em que não se consagrava ou ordenava um indivíduo ao ministério se o mesmo não falasse em línguas estranhas! Isto choca frontalmente com a verdade das Escrituras, pois não há nenhum indício de que para se tornar ministro do Evangelho precisa ser credenciado pelos dons. Nas suas epístolas Paulo descreve as características que devem compor o perfil de um obreiro, as quais são estritamente de cunho ético e moral. A coisa piora com as ondas de “unções bizarras” propaladas por pregadores que baseiam suas prédicas em experiências supostamente sobrenaturais. Penso que precisamos rever princípios bíblicos que norteiam o assunto para não continuar pagando micos. - pr Aécio
Transcrevo abaixo o trecho do livro “Plenitude e Batismo do Espírito Santo – O Mover Sobrenatural de Deus” de John Sttot (Ed. Vida Nova – 2001):

“A segunda passagem do Novo Testamento dá ênfase à evidência da plenitude o Espírito Santo, apesar de também incluir uma ordem de ser cheio, que precisamos estudar com cuidado. Quais são as características de uma pessoa cheia do Espírito de Deus hoje? Não pode haver dúvidas de que a principal evidência é moral, não miraculosa, e reside no fruto do Espírito, não nos dons do Espírito. Já tivemos a oportunidade de constatar que os coríntios, que tinham sido batizados com o Espírito e ricamente dotados dos dons do Espírito, mesmo assim provaram ser cristãos “não espirituais”, porque lhes faltava a qualidade moral do amor (I Co 3.1-4). Eles se vangloriavam de uma certa plenitude, o que fez Paulo escrever-lhes com um toque de sarcasmo: ‘Já estais fartos’ (cheios, 4.8)! Mas não era a plenitude do Espírito Santo. Se eles estivessem cheios do Espírito, obviamente teriam estado cheios de amor, o primeiro fruto do espírito. Isto não ocorre somente porque sem amor os dons são sem valor (I Co 13), mas também porque o amor requer os dons como equipamento necessário para poder servir outros.”

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

RESTAURANDO MINISTÉRIOS

video

UM CONVITE PARA MINISTROS E LÍDERES EVANGÉLICOS EM GERAL

Nos meses de Outubro, Novembro e Dezembro próximos haverá encontros de ministros e líderes evangélicos na Igreja Cristã Ibero-Americana. Os encontros acontecem sempre no último sábado do mês (exceto em dezembro que ocorrerá no penúltimo em razão do feriado prolongado), portanto dias 31/10, 28/11 e 19/12.
O nome do evento é o mesmo do tema sugeridos para todos os preletores: “Restaurando Ministérios”. A idéia é provocar uma reflexão séria sobre a necessidade de manter o chamado em dia. Os convidados são homens e mulheres de Deus consagrados e com larga experiência nas áreas teóricas e práticas ministeriais.
A entrada é franca e está aberto para todos os ministros ordenados ou líderes de ministérios, missionários, etc.

Informações com Simone: sivicribeiro@hotmail.com

Se preferir, clique no ícone do envelope branco ao lado.

SOBRE O SOFRIMENTO - JOHN PIPER

A MENSAGEM É A CRUZ

Fico cada vez mais impressionado com a incapacidade que os pregadores modernos têm de pregar sobre a cruz. Digo que são incapazes não por não possuírem preparo teológico, acadêmico ou algo parecido. Tornaram-se incapazes por que se deixaram seduzir pelo espírito da concupiscência que governa esta geração.
Eles pregam sobre prosperidade, sucesso e prestígio, mas não pregam sobre o Cordeiro que foi sacrificado para tirar o pecado do mundo. Logo, o que resta? Um monte de ricos narcisistas que continuam atolados em seus pecados e condenados ao inferno! É isso mesmo, sem cruz não há perspectiva de salvação!
As argumentações das pregações atuais são catastróficas em matéria de fidelidade às Escrituras, por exemplo. E quando se usa a Bíblia, comete-se as distorções mais absurdas e desavergonhadas! Os pregadores new age já nem disfarçam mais! Nem se preocupam se vão ser retaliados, querem o dinheiro das pessoas e o resto que se dane! Para estes não importa se o pecador vai passar o resto da eternidade nas densas trevas do inferno, o que importa é o quanto podem “contribuir” para engordar o caixa (2, 3, 4...) de suas organizações (ou empresas)! O que importa é se seus seguidores têm uma posição social que vai mostrar pra vizinhança algo do tipo “Olha, têm gente importante na minha igreja”!

Um crente pode viver sem dinheiro, mas não pode viver sem a cruz! Sim, em nenhum momento as Escrituras dizem que teríamos dinheiro sobrando ou vida fácil “em nome de Jesus”. Esta mentira está sendo repetida à exaustão por gente que não tem misericórdia, lobos cruéis que já fizeram a vida em cima da boa fé dos incautos. Empresários passando-se por pastores, apóstolos, bispos, etc.; magnatas que acumulam fortunas em nome de Deus; especialistas em renda que tomam de assalto o santo ministério; investidores vorazes preocupados com o seu bem estar (e de sua prole), disfarçados de bons samaritanos; ditadores que solapam a dignidade da fé pura e simples em Jesus em nome de suas ambições pseudo-reveladas.

O pregador sem a cruz é um farsante... Um canalha! Qualquer que seja a mensagem, independente de qualquer que seja o assunto ou tema deve culminar no sangue do Filho de Deus escorrendo pelo madeiro!
Que qualquer argumentação que não leve o pecador ao silêncio do Getsêmani, e não termine no alto do Gólgota seja anátema!
A mensagem é a cruz... A cruz de Cristo! - pr Aécio

domingo, 11 de outubro de 2009

UMA HOMENAGEM ÀS CRIANÇAS!

Sei que não temos sido muito generosos com vocês, crianças. Vocês herdarão de nós muitas guerras; milhares de rios poluídos; uma camada de ozônio afetada pelos gazes tóxicos; inúmeras florestas devastadas; países inteiros em absoluta miséria; exploração sexual infantil; doenças resultantes da ambição pelo dinheiro; trabalho escravo e muitas outras mazelas próprias de uma sociedade adulta impotente para resolver os conflitos mínimos.

Por tudo isto, talvez o que faço agora não signifique muito, mas quero pedir perdão em nome de todos os adultos, pois não somos capazes de deixar um mundo melhor pra vocês!

Para refletir:

"Conta certa lenda, que estavam duas crianças patinando num lago congelado. Era uma tarde nublada e fria, e as crianças brincavam despreocupadas. De repente, o gelo quebrou e uma delas caiu, ficando presa na fenda que se formou. A outra, vendo seu amiguinho preso, e se congelando, tirou um dos patins e começou a golpear o gelo com todas as suas forças, conseguindo por fim, quebrá-lo e libertar o amigo. Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino:
- Como você conseguiu fazer isso? É impossível que tenha conseguido quebrar o gelo, sendo tão pequeno e com mãos tão frágeis!
- Nesse instante, um ancião que passava pelo local, comentou:
- Eu sei como ele conseguiu.
- Todos perguntaram:
- Pode nos dizer como?
- É simples - respondeu o velho.
- Não havia ninguém ao seu redor para lhe dizer que não seria capaz." - Autor desconhecido


NOSSA AGENDA

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA (12 À 18 DE OUTUBRO)

video

Participe da programação da Ibero. Quem mora na Zona Leste está bem perto de nós, basta seguir o mapa abaixo! Será uma satisfação imensa conhecê-los!

Exibir mapa ampliado

Se preferir, visite também nossa congregação que fica no Jardim 09 de Julho (fácil acesso pela Avenida Aricanduva). Veja o Mapa abaixo:


Exibir mapa ampliado



quarta-feira, 7 de outubro de 2009

SOBRE A LIDERANÇA PASTORAL

Recomendo este texto para reflexão a todos os pastores que estão sob o fogo cruzado tão comum na praxis ministerial. Sua leitura serve de alento para quem está sob as corriqueiras investidas que surgem vez por outra no decorrer da carreira pastoral. O Senhor ministrou ao meu coração!
Boa leitura! - pr Aécio



O lado duro da liderança pastoral

Vlademir Hernandes - Publicado em 28.09.2009


Se examinarmos cuidadosamente a vida dos líderes da Bíblia, principalmente as dificuldades que tiveram e os obstáculos que enfrentaram ao longo do seu ministério, nós, pastores da atualidade, poderemos entender melhor muitos dos problemas pelos quais já passamos, e até prognosticar realisticamente os obstáculos em potencial que ainda poderão se manifestar.

A liderança pastoral tem um lado duro, que colocará à prova muitas virtudes da fé cristã, como a perseverança, a paciência, o domínio próprio, a cordialidade, a confiança no Senhor e o amor às ovelhas. Esta constatação sobre a dura realidade da liderança pastoral, deveria também influenciar nas decisões que os aspirantes ao ministério precisam tomar quanto a manterem ou não suas investidas por se tornarem pastores.

Liderar a igreja de Cristo envolverá a necessidade de superação constante de obstáculos, assim como a necessidade de suportar, com longanimidade, os constantes sofrimentos que serão impostos nas mais variadas esferas desta experiência. Esta realidade é inerente à grandiosidade da tarefa e à desesperada oposição do inimigo, já derrotado, mas temporariamente ativo e aplicado a infringir derrotas aos homens de Deus chamados para pastorear Sua igreja que prevalecerá contra as portas do inferno.

Para suportar esse lado duro, o pastor precisará desenvolver uma "pele grossa" que resiste às inúmeras fontes que podem ferir até mortalmente os mais sensíveis e melindrosos, que logo se perceberão inaptos para o ministério, tamanha a dor que sentem.

Líderes da Bíblia e suas experiências

Quando Paulo escreve aos Coríntios, notamos que o apóstolo se defende de algumas críticas injustas que recebia ali. Em 1 Coríntios 9:1-2 Paulo se aplica a defender sua autoridade apostólica, não aceita por alguns crentes carnais daquela igreja. Em 2 Coríntios 10:8-11 Paulo se defende da acusação de ser duro por carta, mas frouxo pessoalmente.

As críticas são como pedras lançadas contra o pastor, visando machucá-lo quando atiradas diretamente ou visando machucar a sua imagem quando desferidas nas fofocas e maledicências praticadas pelas ovelhas menos maduras.

Algumas críticas terão fundamento, outras não. Algumas serão feitas para ferir outras ferirão mesmo que esta não tenha sido a intenção de quem a fez. Precisamos aprender a lidar com elas. Algumas serão proveitosas e fomentarão nosso crescimento, outras deverão ser tratadas como pecado e as medidas bíblicas contra elas deverão ser tomadas corajosamente, mas com o espírito de brandura típico dos maduros na fé, conforme Gálatas 3:1. Já outras, colocarão nosso ego à prova e desqualificarão rapidamente aqueles que não admitem, por orgulho próprio, que sejam atacados, contrariados ou mesmo rejeitados.

Igualmente tão desafiador quanto enfrentar críticas pessoais, quem desempenha a liderança pastoral também tem que tratar com as murmurações. Moisés experimentou essa dura realidade. Em Êxodo 15:24, 16:2, 17:3, Números 16:41 estão alguns relatos do povo murmurando contra Moisés e Arão. Em Números 21:5 vemos o povo murmurando contra o próprio Senhor, que os castiga com serpentes para que se arrependam da sua postura de reclamação.

O pastor sempre encontrará pessoas reclamando de alguma coisa, descontentes com alguma situação, preferindo que as coisas sejam diferentes do que são. A murmuração é uma manifestação de carnalidade, e muitas vezes ela vem de pessoas sobre as quais nutríamos uma expectativa de uma postura mais madura e tolerante, causando em nós frustração e eventualmente, dor por ter que lidar com elas.

E por mencionar manifestações de carnalidade, há de se lembrar que existem outras situações em que os mais carnais lançam comentários contundentes para machucar os pastores.

Lamentavelmente, tem se avolumado os casos de pastores injustamente perseguidos e até destituídos dos seus ministérios sem receber nenhum respaldo. Às vezes porque discordaram de algum membro ou líder influente, ou ameaçaram a hegemonia ditatorial de alguma família que quer exercer primazia, ou porque combateram alguma prática pecaminosa fazendo com que alguns se sentissem ameaçados e vulneráveis.

Há muitos "Diostrefes" por aí perseguindo injustamente homens de Deus, tal como aquele de 3 João, que boicotava os missionários que vinham de longe para pregar o evangelho, não lhes dando acolhida e proibindo o restante da igreja de os receberem, pois "gostava de exercer a primazia" e não dividia sua posição de honra com ninguém.

Neemias foi caluniado, como vemos em Neemias 6:6. Pessoas queriam causar-lhe mal (Neemias 6:2). Eles até subornaram profetas para lhe falar mentiras em nome de Deus, para prejudicá-lo.(Neemias 6:10-14).

Não é difícil entender que um pastor íntegro e comprometido com a Palavra de Deus torna-se facilmente uma ameaça em igrejas corrompidas pela carnalidade. Receber oposição covarde e agressiva nesse cenário não é um fato surpreendente.
A Palavra de Deus nos avisa, em 2 Timóteo 3:12, que todos que quiserem viver piedosamente serão perseguidos. No caso dos pastores piedosos, às vezes a perseguição vem de dentro da sua própria igreja!

MAIS SOBRE ELEIÇÕES


Essa vem do blog do Julio Severo e vale a pena ler na íntegra. Uma palhinha antes de migrar pra lá:

"Temo que o povo hoje que se chama pelo nome do Senhor não seja muito diferente do povo do Israel do Antigo Testamento, cujos líderes religiosos também mantinham uma relação promíscua com um Estado contrário a Deus. O rei Acabe, por exemplo, dava o que eles queriam, e eles lhe davam o que ele queria, e o Estado prosseguia tranquilamente na sua promoção do culto de Baal, que envolvia o sacrifício de bebês recém nascidos e a prostituição homossexual.
O culto a Baal pode estar enterrado num passado muito distante, mas o socialismo tem trazido para o Brasil, com a benção de líderes católicos e evangélicos, a ressurreição do sacrifício de bebês — sob a máscara dos direitos reprodutivos do aborto — e a prostituição homossexual — sob a máscara dos direitos humanos do homossexualismo.
O único que conseguia confrontar o Estado decadente de Israel era o profeta Elias, que não tinha interesse nos favores e concessões do governo e dos governantes. Seu interesse era o governo de Deus e fazer a vontade de Deus."


Fonte: Julio Severo

OLHA AS ELEIÇÕES “TRAVÊS”

Não é de hoje que bato de frente com a politização das denominações evangélicas brasileiras. Parece-me que nossos líderes desconhecem a história, ou então, são acometidos de amnésia temporária sempre que se inicia a temporada de caça aos votos.
Minha abordagem não é a de levantar a bandeira de nulidade total das igrejas em relação à política, nem de rechaço aos políticos (se bem que alguns merecem passagem só de ida para Marte), apesar de minhas opiniões – algumas radicais, reconheço – contrárias à grande maioria das lideranças atuais. Estas, não só usam e abusam do troca-troca de votos, como se utilizam de estratagemas nada honestos para manipular as massas que estão sob seus auspícios. Lembro-me com nitidez de quando ainda novo convertido fui induzido a não votar no Lula porque o pastor local recebeu uma “ordem lá de cima” (o “oráculo” presidente da convenção) de alertar o povo da igreja que o mesmo era o anticristo! Sério... É cômico mas é isso mesmo!
Era um dia de culto e o clima assumiu um ar meio tétrico. Os diáconos foram orientados a baixarem as portas para que o povo ouvisse a sinistra “revelação-orientação” – quase uma coação para que não votássemos no naquele que para eles era uma manifestação do capeta! Havia inclusive, interpretações das cores do PT, da estrela de cinco pontas, da barba do homem... Burrice pouca é bobagem, né?! Fiquei com medo terrível do Brasil ser tomado de assalto pelo anticristo... Hoje, mesmo sem ser partidário e não ter votado nele ou em nenhum outro candidato do PT (meu voto hoje é o da consciência, não o da indução), penso que “nunca na história desse país [sic]” tivemos um presidente que tivesse a cara do povão e que falasse sua língua; que mesmo não sendo unanimidade deixará uma marca de popularidade invejável para todos aqueles que torciam pelo seu fracasso – com erros e tudo.

Pois bem, as coisas hoje mudaram. Tem gente comendo do pão que diabo não amassou! Há, há, há... Não resisti a piada! Os mesmos que outrora tachavam o agora presidente Lula de anticristo, hoje babam nas barbas do homem... Xi! Outra piada! As igrejas que rechaçavam o vermelho se “avermelharam”... De novo!... Hoje estou impossível!

Se sou contra ou a favor das igrejas se associarem a partidos, ou de indicarem candidatos, etc., é algo que posso comentar posteriormente com mais profundidade. Por enquanto, adianto que defendo com unhas e dentes a idéia de que os pastores não deveriam ceder seus púlpitos a candidatos com o intuito de “fazer a cabeça” das pessoas, induzindo-as a votarem neles ou em seus partidos para tirar proveito.
Neste caso, acredito que o mais ético e coerente é orientar aos irmãos da comunidade a votarem conscientes da importância de seus votos como expressão de cidadania. Orientar que, ainda que os mesmos optem por anular seus votos, que o façam na liberdade de consciência individual, nunca por indução do pastor ou outro ministro. Peço também para que analisem os partidos e respectivos candidatos; que sondem as propostas; que busquem conhecer as idéias e pensamentos que os candidatos defendem de maneira que não choquem com o que declaramos e cremos; etc. Outra coisa que deixo bem claro é que não devemos votar em candidatos só porque são evangélicos, pois infelizmente, “picaretas” têm aos montes em nosso meio. – pr Aécio

domingo, 4 de outubro de 2009

SEMANA MISSIONÁRIA ESPECIAL


ALCANÇANDO AS CRIANÇAS PARA CRISTO.

Várias atividades especiais estão sendo preparadas pelo Ministério de Missões (ACOTE).
Grandes e surpreendentes eventos terão como foco o alcance dos pequeninos. Durante a semana teremos ministrações de quem entende do assunto.
Dentre os palestrantes contaremos com a participação de um casal de amigos da OBPC do Jd. Iguatemi: Lauberti e Ana Paula.
Não perca nenhuma das atividades!
Samanta - Equipe ACOTE


AGENDA DA IBERO

05/10 A 11/10/2009

video